Câmara de Piancó volta do recesso e as reclamações continuam com relação ao Regimento Interno e as atitudes do presidente da Casa

A Câmara de Vereadores de Piancó voltou do recesso parlamentar nesta quinta-feira (10), onde realizou sua Sessão semanal com início às 19:00h. A Sessão foi presidida pelo vereador Antonio Azevedo Xavier (Partido Podemos) e estavam presente os vereadores José Luiz (Neguinho/PSD), Pedro (PMDB), Souzinha (PMN), Neguinha Tomaz (PROS), Wagner Brasilino (DEM), José Geraldo (PRB), Christtiane Remígio (PSB), Cícero Fábio (DEM), Wallace Militão (DEM) e Geraldo Ferreira (PPL). No auditório alguns populares e a imprensa local compunham aquele espaço democrático.

Regimento Interno
Nesse primeiro momento do retorno referente ao recesso parlamentar, os debates se deram em torno do Regimento Interno da Casa que, na interpretação do vereador líder do prefeito, José Luiz (Neguinho), está cheio de vícios e em desacordo com a Lei Orgânica Municipal. 

Presidente autoritário
A bancada da Situação lideradas pelos vereadores José Geraldo e José Luiz, líderes da Bancada e do Executivo, respectivamente, reclamam do "autoritarismo do presidente", o vereador Antonio Azevedo Xavier que, sempre que é questionado, orienta os parlamentares da base aliada do prefeito Daniel Galdino (PSD), a buscarem a Justiça, quando na visão do vereador Wagner Brasilino, o lugar pra se discutir esse assunto (Regimento Interno) é no Plenário da Câmara, que tem autonomia para dirimir as dúvidas por ventura encontradas nessas leis interna corporis. 

Contas 
As Contas da ex-prefeita Flávia Serra Galdino foram colocadas em Pauta pelo presidente Antonio Azevedo, e houve questionamentos pelos membros das Comissões, quanto ao direito de defesa que, segundo alguns parlamentares, não está sendo dado a ex-prefeita. Mesmo assim o presidente da Casa colocou as Contas para votação, por voto direto e secreto (usando cédulas), e os parlamentares da Situação, entendendo que estavam sendo cerceado o seu direito de manifestação, não votaram. Apesar de ter sido colocada para votação dos presentes, a sua aprovação não tem respaldo jurídico e vai ser questionado na Justiça.

O vereador Wagner Brasilino, aproveitando a ocasião, pediu ao presidente da Casa de Padre Manuel Otaviano, que apresentasse as Contas (Balancetes) da Câmara, já que quando se trata dos balancetes referentes ao Município, o presidente exige tanto.

A população observou nesse primeiro momento da volta do recesso que, mesmo com algumas discussões, a Sessão dessa quinta-feira (10) foi bastante calma, com debates educados, e com a presença observadora da comunidade no auditório. Alguns poucos temas foram discutidos, a exemplos da Hemodiálise para pacientes que necessitam se deslocar de Piancó para outros centros; a questão de Bolsas para a população e sobre o falecimento da professora Elicênia Pereira Leite, onde foi feito uma singela homenagem com a exibição sonora da música a "Professorinha" (de Francisco Petrônio), que diz assim:

(...) Eu daria tudo que tivesse
Pra voltar aos tempos de criança
Eu não sei pra que que a gente cresce
Se não sai da gente essa lembrança (...) 

www.oblogdepianco.com.br Antonio Cabral