Na Paraíba, impostos representam quase metade do valor do litro de gasolina


Preço da gasolina em João Pessoa aproxima-se dos R$ 4
Empresário culpa desinformação pela culpa que leva por sucessivos aumentos de preço dos combustíveis

Quase a metade do valor pago na Paraíba por um litro de gasolina é formada por impostos, denuncia o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindipetro-PB).

A informação consta de nota da entidade enviada ontem (15) ao blog por um empresário do ramo, revoltado diante do que chama de desinformação do público – “e da própria imprensa”, acentuou – que bota na conta dos donos de posto de gasolina a culpa por sucessivos aumentos de preço dos combustíveis.

Reajustes acumulados, somados a um decreto que em julho passado elevou as alíquotas do PIS e Cofins (alta de R$ 0,41 por litro de gasolina e de R$ 0,21 por litro de diesel), teriam reduzido a margem de lucro dos revendedores em 30%, perda que não podem repassar para o consumidor, garante o empresário.

“Nós pagamos todos os impostos, todos os encargos, procuramos melhorar nossos serviços, manter empregos, mas isso o público não vê, a imprensa não divulga e a gente leva a culpa por tudo, sendo tratados como verdadeiros vilões, enfim”, desabafou.

Em ‘Nota de Esclarecimento’ publicada em seu portal na sexta-feira (9), o Sindipetro-PB ressalta que a Paraíba tem “cerca de 500 postos revendedores, geramos aproximadamente 5.000 empregos diretos e outros 20.000 indiretos”. A categoria que representa, ressalta o Sindicato, é ainda a maior pagadora de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do Estado.

“Entre aumento e diminuição, todos em pequenas proporções, de 4 de julho até 9 de novembro de 2017, os preços tiveram 85 variações na gasolina e 87 no diesel, acumulando alta de 27,4% na gasolina e 25,8% no diesel. Estes aumentos se deram nas refinarias, isto é, na base da estrutura de comercialização de combustíveis”, explica o Sindipetro.

“Vale salientar que todos os impostos são pagos pelo revendedor no ato da compra, antes mesmo de chegar aos postos. Na Paraíba, quase 50% do valor pago pelo consumidor final no litro da gasolina são impostos. Ainda assim, a população, muitas vezes sem a informação precisa, culpa sempre os postos pelo montante pago na hora de abastecer”, diz o Sindipetro, arrematando:

O Brasil é o lugar onde as distribuidoras têm o maior lucro por litro em todos os produtos no mundo. Não suportamos mais sermos culpados, xingados, desrespeitados por preços que não temos o menor controle. Somos geradores de empregos, de renda e contribuímos muito para toda a sociedade. Basta!

Do rubensnobrega.com.br